Radiante Recreio |

Recreio, 15 de janeiro de 2017

Divulgue eventos, compartilhe soluções em anoradiante.com.br

Ajude contar a História dos 50 anos da escola Maria Augusta, tema de carnaval da Escola de Samba Unidos do Santa Terezinha

ESCOLA DE SAMBA SANTA TEREZINHA MURIAE MG A ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DO SANTA TEREZINHA, neste 2017, homenageia a Escola Estadual Maria Augusta Silva Araújo, Bairro Santa Terezinha, Muriaé,MG no ano dos seus 50 anos. Através de um site de ajuda coletiva, https://www.catarse.me/  os organizadores pedem ajuda financeira. Que objetiva levantar o dinheiro que falta pra realizar esse projeto, para poder proporcionar a essa comunidade carente um pouco de alegria, pois eles esperam o ano todo para começarem a fazer as fantasias e adereços para desfilarem no Carnaval, conforme esclarecem, pois o bairro da escoal de samba é um bairro carente, de periferia com alto índice de violência, tráfico de drogas e promiscuidade sexual com uma população de 8.000 habitantes. No e-mail enviado a Ano Radiante, por Antonio Scarleth, solicitando divulgação do evento ele nos direcionou ao site da Catarse e de lá transcrevemos mais informações sobre o projeto que ele enfatiza , que “mesmo este ano com essa crise toda não iremos parar de realiza nossos sonhos e nem deixar de dar felicidade a comunidade”.

“A relação entre a Escola de Samba e a E. E. Maria Augusta silva Araújo vem desde o ano de 2010, ano da fundação da Escola de Samba, em que os integrantes da mesma são formados por alunos, ex- alunos e familiares. Hoje a nossa pequena Escola de samba conta com 300 componentes, todos moradores do Bairro Santa Terezinha.

“Em 2014 em parceria com a E.E. Maria Augusta Silva Araújo criamos uma escola de percussão para 60 alunos com oficinas todas as quartas e sextas – feiras das 18:30h às 20:30h, na praça onde está localizada a escola homenageada. Os alunos aprendem tocar diversos instrumentos e variados ritmos com ênfase no Samba.

“Essa parceria tem favorecido a integração social e cultural dos alunos retirando-os das ruas com a valorização dos talentos individuais e coletivos, formando a bateria da Escola de Samba Unidos do Santa Terezinha no Carnaval Muriaeense.

“Durante o ano fazemos várias apresentações sem qualquer tipo de remuneração. No ano de 2016 em comemoração ao Centenário do Samba, fizemos apresentação no Fórum da Cultura Afro promovido pela SEE – MG, e em outras 16 instituições educacionais da rede pública e particular de ensino, além de participarmos da Caminhada da Promoção da Igualdade Racial e desfile do Dia da Pátria (7de setembro).

“Geralmente os preparativos começam em outubro, mais devido a crise econômica e as mudanças ocorridas estamos desprovidos de recursos financeiros, o que está dificultando a manutenção dos instrumentos e os preparativos para o Carnaval 2017.

“O Carnavalesco da Escola de Samba Palmeirinha de Nova Iguaçu- RJ e professor da AMEBRAS, Clébio de Freitas comovido com nossa necessidade e conhecendo a realidade local se propôs a fazer bonecas que são verdadeiras obras de artes pelo preço de custo para presentearmos os colaboradores do Projeto.”

Continue lendo mais sobre o projeto e participe no site CATARSE

Deixe um Comentário

Você deve estar logado para comentar.