Radiante Recreio |

Recreio, 17 de dezembro de 2017

Divulgue eventos, compartilhe soluções em anoradiante.com.br

Lideranças de Minas Gerais envolvidas em denúncias

Na semana que passou o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Aécio, de sua irmã, Andrea Neves, de seu primo Frederico Pacheco e de Mendherson de Souza, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), além de duas empresas ligadas a eles. Por outro lado, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu denúncia contra Pimentel, no âmbito da Operação Acrônimo, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Pimentel teria participado de suposto esquema de favorecimento da Odebrecht, em troca de vantagens indevidas, quando era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). (Folha da Manhã – Passos). Mais notícias de Minas Gerais, extraidas da imprensa mineira, pelo SINDIJORI na COLUNA MINAS GERAIS

Deixe um Comentário

Você deve estar logado para comentar.